Caracterização da Atividade Física Habitual em Adolescentes de Ambos os Sexos Através de Acelerometria e Pedometria

Por: José Antônio Ribeiro Maia e Vitor Pires Lopes.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.17 - n.1 - 2003

Send to Kindle


Resumo

Os propósitos desta pesquisa foram os seguintes: a) estudar o perfil de atividade física de
adolescentes de ambos os sexos ao longo de cinco dias consecutivos, incluíndo o fim-de-semana, analisando a
variabilidade interindividual e as diferenças entre os sexos; b) estudar a comunalidade e o caráter único da
informação fornecida pela acelerometria e pedometria. Foram monitorizados, com o acelerômetro Tritrac
R3D e o pedômetro Yamax DW-SW 700, 102 adolescentes de ambos os sexos (fem. n = 57 e masc. n = 45)
com 12 a 18 anos de idade (14,55 ± 1,69). Recorreu-se ao coeficiente de correlação intra-classe (R) para
estimar a confiabilidade dos dados. A correlação canônica foi utilizada para analisar os aspectos da
comunalidade e o caráter único da informação dos dois instrumentos. A variação interindividual foi analisada
através do: da auto-correlação (r de Pearson), do K de Cohen e do Y de Foulkes & Davis. A MANOVA de
medidas repetidas (dias x sexo) foi usada para analisar as diferenças entre os sexos ao longo dos cinco dias.
Verificou-se uma forte variabilidade interindividual ao longo dos cinco dias de registo, em ambos os sexos,
não se tendo verificado diferenças significativas entre os sexos. No fim-de-semana ocorreu um redução
acentuada da atividade física, sobretudo no domingo. Os dois instrumentos utilizados avaliam aspectos
comuns da atividade física, embora cada um forneça informação única, sendo, contudo, relativamente
reduzida.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/v17%20n1%20artigo5.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.