Caracterização das Capacidades Físicas de Atletas de Voleibol Pelo Teste Tw20metros

Por: Tiago Alves do Nascimento.

2012 28/02/2012

Send to Kindle


Resumo

Devido às características da modalidade voleibol, faz se necessário aprofundar o conhecimento em protocolos de testes com ações que se aproximem das ocorridas em jogo, que possam avaliar a performance de atletas. O objetivo deste estudo foi caracterizar as capacidades físicas avaliadas pelo teste TW20metros, instrumento que avalia o gesto motor da modalidade voleibol. Participaram nove atletas de voleibol, do sexo feminino, idade de 22,1 ± 1,5 anos, que foram submetidas aos seguintes testes: TW20metros (para determinar a distância máxima percorrida, número de saltos no decorrer do teste, frequência cardíaca pico – FCpico e lactato pico), Cardiopulmonar (para determinar o consumo de oxigênio pico - VO2 pico e a FCpico); Wingate (para determinar potência máxima e potência média relativa); e Salto Vertical (para determinar a altura atingida). Os resultados obtidos a partir dos testes Cardiopulmonar, Wingate e Salto Vertical foram correlacionados e comparados com os do teste TW20metros. Foi realizado o teste de Shapiro-Wilks para avaliar a normalidade dos dados, coeficiente de correlação de Pears on para as análises de correlações e teste t de Student para a comparação dos dados pareados. Os resultados mostraram não haver correlação (p> 0,05) entre a variável distância máxima percorrida no teste TW20metros com as variáveis de VO2 pico, potência máxima e potência média relativa. Foi observada correlação positiva entre as variáveis distância máxima percorrida no teste TW20metros com a altura alcançada no teste de salto vertical (p ≤ 0,05), FC pico dos testes Cardiopulmonar e TW20metros (p ≤ 0,01). Não houve diferença significativa na comparação (p > 0,05) entre a variável FC pico dos testes TW20metros e Cardiopulmonar e o número de saltos realizados durante o teste foram similares ao observados em jogos oficiais em outros estudos. Os resultados da FCpico indica alta intensidade do protocolo de teste TW20metros, sendo eficiente para a investigação da força explosiva muscular de membros inferiores de forma indireta devido à correlação positiva encontrada entre a distância máxima percorrida com o a altura atingida no teste de Salto Vertical, e a similaridade em relação ao número de saltos demonstra a eficiência do teste em avaliar a resistência do atleta em realizar diversos saltos no decorrer de uma partida.

Endereço: https://www.unimep.br/phpg/bibdig/aluno/visualiza.php?cod=945

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.