Carnavalização e Linguagem: o Futebol Como Dramatização da Sociedade Brasileira

Por: Pedro Guilherme Orzari Bombonato.

2013 13/03/2013

Send to Kindle


Resumo

Mais do que simplesmente o esporte mais praticado e admirado do Brasil, o futebol se constitui como um dos elementos culturais mais importantes da cultura de nosso país. E tal como qualquer manifestação da esfera da cultura, esse esporte imbrica uma quantidade infinita de relações sociais e linguísticas que o constituem ora como esporte altamente competitivo e atrativo (comercialmente), ora como espetáculo, metáfora e metonímia da sociedade. Nesse sentido, ele pode ser encarado como uma das principais formas de “dramatização” da sociedade brasileira, tal como considera o antropólogo Roberto DaMatta. Levando em conta as teorias de Mikhail Bakhtin acerca dos conceitos de carnavalização, jogo, estética e ética, objetiva-se neste trabalho a busca pelos pontos de intersecção entre futebol e arte, bem como a construção de uma compreensão desse esporte como forma de dramatização social. Para tanto, além das reflexões teóricas, levar-se-á em conta a análise de diversos tipos de textos que tematizem o futebol como foco principal. Dessa forma, intenta-se compreender melhor as relações culturais e linguísticas que constituem o futebol como parte fundamental do contexto cultural brasileiro.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.