Causas Que Levam Alguns árbitros a Desistirem da Carreira de árbitro Profissional

Por: Adílson José Pereira, e Gocha Anzorovichi Aladashvile.

Revista da Educação Física - UEM - v.17 - n.2 - 2006

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi o de identificar os fatores (causas) que levam os indivíduos formados na Escola Paranaense de Formação de Árbitros (EPAFAF), e inscritos no quadro de árbitros da Federação Paranaense de Futebol a desistirem da carreira de árbitros profissional. Para o levantamento das possíveis causas que levam o indivíduo a desistir da carreira de árbitro profissional foi elaborado um questionário composto por 32 perguntas. Concluímos com a análise das respostas, que a falta de pagamento após arbitrar um jogo, estar em desacordo com o nível dos jogos que estavam sendo escalados, não concordar com os critérios da comissão de arbitragem para escalar os árbitros, estar em desacordo com a política da associação dos árbitros e conseqüentemente não acreditar na associação dos árbitros, foram as situações apontadas pelos ex-árbitros como sendo as situações que mais interferiram no momento de sua desistência da arbitragem profissional. Palavras-chave: Àrbitro. Futebol. Carreira. Desistência. 

Endereço: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/3339

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.