Chuteira com Travas em Forma de Lâmina e Sobrecarga Mecânica no Futebol: Uma Revisão Sistemática

Por: , Carlos Alberto Cardoso Filho, João Gustavo Claudino e .

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.25 - n.3 - 2019

Send to Kindle


Resumo

As chuteiras com travas em forma de lâmina promovem uma alta tração no gramado, podendo ser benéficas para o desempenho no futebol. Por outro lado, movimentos com rápidas mudanças de direção associados com tração alta das chuteiras podem aumentar a sobrecarga e as chances de lesão. Diante da falta de consenso sobre os efeitos dessas chuteiras na sobrecarga mecânica durante movimentos específicos do futebol, o objetivo desta revisão sistemática foi determinar os efeitos da utilização das chuteiras com travas em forma de lâmina na sobrecarga mecânica no futebol. A pesquisa foi realizada nos bancos de dados eletrônicos PubMed, Scopus e Web of Science entre outubro e novembro de 2017. Os artigos excluídos foram os não originais, não relacionados com o futebol ou às chuteiras e cujo idioma não fosse o inglês. Foram incluídos oito artigos que testaram os efeitos das travas em forma de lâmina na sobrecarga e que utilizaram testes biomecânicos. As tarefas avaliadas foram: corrida em linha reta ou com mudança de direção, e aterrissagem de saltos. Foram medidos o torque articular resultante, a força de reação do solo, a eletromiografia e a pressão plantar. Não houve influência das travas em forma de lâmina nos torques articulares e na força de reação do solo. Observou-se um aumento na pressão plantar na parte lateral do pé nas travas em forma de lâmina na comparação com as chuteiras Society e com calçados de corrida. Na comparação com as travas redondas, os resultados foram inconclusivos para a pressão plantar. As travas redondas provocaram maior atividade eletromiográfica nos músculos do quadríceps do que as travas em forma de lâmina. Concluiu-se que o uso da chuteira com travas em forma de lâmina não resulta em maior sobrecarga mecânica durante corridas ou aterrissagem de saltos . Nível de evidência I, Revisão Sistemática.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922019000300252&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.