Ciclos Político Econômicos: Um Teste Para os Clubes de Futebol

Por: Inácio Gaudie Ley Recena.

2015 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Esse trabalho, através da abordagem das teorias dos Ciclos Políticos Econômicos e dos elementos financeiros disponibilizados nos Balanços dos Clubes de Futebol da amostra, tem o objetivo de encontrar a influência dos ciclos políticos na relação financeira dos times entre o período de 2007 a 2013. São apresentadas na dissertação as teorias Oportunista Tradicional, Partidária Tradicional, Partidária Racional e Oportunista Racional. Após a coleta dos dados financeiros e análise comparativa, sua relação com as teorias foi estabelecida pelo Método Econométrico de Dados de Painéis, em que a variável dependente determinada foi a Despesa, sendo realizado o teste de Hausmann, que indicou o Método de Efeitos Fixos como o mais adequado para os resultados do modelo. Os resultados encontrados afirmam a relação positiva entre a variável dependente, Despesa, a variável Receita e a variável de ciclos políticos de 3 anos, o que indica que os clubes que possuem eleições de 3 em 3 anos possuem maior influencia na Despesa do que os clubes que não possuem ciclo político. O estudo por si só aprofunda o pensamento crítico sobre a situação do futebol brasileiro e abre possibilidades para novos enfrentamentos tanto teóricos como práticos sobre as variáveis que influenciam no comportamento da gestão do esporte principalmente no Brasil e consequentemente da qualidade do mesmo em comparação ao futebol mundial.

Endereço: http://hdl.handle.net/10923/7652

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.