Cidadelas da Cultura no Lazer. Um Estudo de Antropologia da Imagem do Sesc São Paulo

Por: Yara Schreiber Dines.

378 páginas. 2007 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

A temática do lazer e da cultura apresenta uma relevância crescente na sociedade
atual, perante o quadro de mudanças gerado pela globalização e pelo reposicionamento
do universo do trabalho, suscitando um amplo leque de questões e reflexões em relação
às práticas do lazer, seus significados e seu alcance social.
Este trabalho aborda o lazer na metrópole paulistana, buscando compreender os
sentidos adquiridos por este conceito e pela problemática da cultura nas décadas finais
do século XX em São Paulo. Nesta época, consolida-se o campo do lazer como área do
conhecimento associada à esfera do trabalho e a novas demandas de entretenimento na
metrópole, reforçando-se assim a necessidade de entender seus múltiplos significados.
A tese focaliza a atuação de uma instituição voltada para o lazer dos trabalhadores -
o SESC São Paulo - para analisar o seu direcionamento e as práticas sociais ali implementadas desde sua criação nos anos 40. A pesquisa realizada trabalhou com o acervo iconográfico do SESC São Paulo e depoimentos de membros e ex-funcionários da instituição
que permitem contextualizar a análise da iconografia. Esta metodologia permitiu compreender a significação das diversas práticas esportivas e culturais desenvolvidas pela
instituição no decorrer de sua trajetória de 60 anos, possibilitando identificar aspectos da
orientação seguida por esta entidade e refletir sobre os significados de lazer e de cultura
no interior deste universo, em diálogo com a metrópole.
 

Endereço: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3796

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.