Citocinas Inflamatórias, Capacidade Funcional e Qualidade de Vida em Homens Idosos com Baixa Densidade Mineral óssea Praticantes de Tai Chi Chuan

Por: Márcio de Moura Pereira.

2011 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Tai Chi Chuan (TCC) tem sido largamente praticado na China ha seculos. O proposito deste estudo foi avaliar o efeito do Tai Chi Chuan (TCC) nas citocinas inflamatorias (CI), capacidade funcional (CF) e qualidade de vida (QV) em homens idosos com baixa densidade mineral ossea. Completaram este estudo quasi-experimental, controlado e cego, 41 voluntarios idosos, divididos em 2 grupos: G1 (TCC; n = 20; idade = 69,20}6,19 anos), G2 (controle; n = 21; idade = 69,00}5,67 anos). A densidade mineral ossea (coluna lombar e colo do femur) foi avaliada por meio de absorciometria por dupla emissao de raios X (DXA). CI foram avaliadas por Imunoensaio enzimatico (ELISA) para Interleucina-6 (IL-6), Fator de Necrose Tumoral alfa (TNF-ƒ¿) e Interferon gama (IFN-ƒÁ). QV foi avaliada atraves do Questionario SF-36. CF foi avaliada atraves de testes para Resistencia Aerobia (RA), Forca de Membros Inferiores (FMMII), Forca de Membros Superiores (FMMSS), Flexibilidade de Membros Inferiores (FLEXMMII), Flexibilidade de Membros Superiores (FLEXMMSS), Equilibrio Estatico no Teste de apoio unipodal com restricao visual (UNIPODAL), Teste de Alcance Funcional para controle postural anterior (TAF), Equilibrio Dinamico no Teste 8-Foot Timed-Up-and-Go (8F-TUG), Equilibrio Funcional Escala de Equilibrio de Berg (EEB) e risco de quedas atraves do Indice de Possibilidade de Quedas de Berg (IPQ). G1 praticou TCC Estilo Yang de 24 Movimentos durante 12 semanas, 2 vezes por semana. A intensidade do exercicio foi leve (entre PSE 2 e 3 na Escala CR10 de Borg). G2 nao praticou atividade fisica orientada. Realizou-se estatistica descritiva e avaliou-se a normalidade atraves do teste de Shapiro-Wilk. Para comparar as variaveis dependentes entre os grupos a Analise de Variancia (Split-plot Anova) e os Testes de Student, Mann-Whitney e Wilcoxon foram aplicados. Todos os calculos foram realizados no programa SPSS, para uma significancia de p.0,05. A analise dos dados mostrou que TCC nao foi capaz de causar diferencas significativas nos niveis de CI entre os grupos, entretanto, o grupo que praticou TCC apresentou valores significativamente melhores para as seguintes CP e QV: RA (p=0,02), FMMII (p=0,01), FMMSS (p=0,04), 8F-TUG (p=0,01), QV - Escore Total (p=0,04), QV1 - Capacidade Funcional (p=0,01), QV4 - Estado Geral de Saude (p=0,02), QV5 - Vitalidade (p=0,02), QV8 - Saude Mental (p=0,02). Estes resultados indicam que TCC e eficaz na melhora relativa da capacidade funcional e qualidade de vida em homens idosos com baixa densidade mineral ossea, porem nao altera os niveis das citocinas inflamatorias

Endereço: http://www.bdtd.ucb.br/

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.