Classificação Morfológica de Volibolistas do Sexo Feminino em Escalões de Formação

Por: José Antônio Ribeiro Maia e Simonete Pereira da Silva.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.5 - n.2 - 2003

Send to Kindle


Resumo

As características morfológicas têm sido objeto de vários estudos em Ciências Desporto, pelo fato de o fenômeno do desporto de alta competição exigir o máximo da estrutura física dos atletas e pela expectativa da função que o atleta desempenha em jogo. O presente estudo teve como objetivo: (1) descrever e comparar, do ponto de vista somático, a estrutura morfológica de 71 atletas de voleibol do sexo feminino dos escalões de formação A e B (entre os 12 e 14 anos de idade); (2) identifi car os componentes da estrutura somática que melhor diferenciam as atletas de níveis distintos. Para a avaliação da estrutura somática das atletas foram efetuadas 21 avaliações, incluindo além do peso e altura, comprimento dos membros, perímetros, diâmetros e pregas de adiposidade subcutâneas. Com o intuito de verifi car o poder discriminatório das variáveis na separação dos grupos, foi utilizada a análise da função discriminante (AFD). Os resultados evidenciaram que não houve diferença quanto à estrutura morfológica entre as atletas dos níveis A e B. Quanto à classifi cação somatotipológica, as atletas foram classifi cadas na categoria meso-endomórfi ca (A = 4.76 - 3.78 - 1.85; B = 4.37 - 4.02 - 1.88).

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/3956

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.