Clubes - Interior de São Paulo

Por: José Maria de Camargo Barros.

Atlas do Esporte no Brasil.

Send to Kindle


Resumo

Origens

No Estado de São Paulo, a pujança nas diversas esferas do processo de desenvolvimento é uma das características correntes e reflete a história da região. O esporte neste contexto atesta a premissa, principalmente ao se observarem suas manifestações no espaço geográfico, quer pelo lado das práticas ou pelos clubes que abrigavam e lhes davam significado comunitário. No século XIX, o impacto econômico do ciclo do café, de início, só registrava nas tardes de domingo as corridas de cavalos nas "raias" do interior paulista. Quando o Estado despertou ávido pela inovação, crescimento e progresso nas primeiras décadas do século XX, também se deu o encontro com o esporte já existente em suas formas mais elementares. Conforme surgiam os sinais do progresso, emergia por coincidência o esporte em diversas modalidades organizadas. Os clubes dos ingleses, comerciantes em princípio, depois engenheiros e gestores das ferrovias e fábricas do início da industrialização, constituíram um modelo social do esporte como moda e prestígio. Mas foram os clubes dos italianos e alemães com seus descendentes, assimilados depois pelos brasileiros e outros grupos de imigrantes (libaneses, japoneses, espanhóis etc), que deram início e impulsionaram a popularização dos esportes desde o final do século XIX até a Segunda Guerra Mundial.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.