Cluster Esportivo do Rio Grande do Sul - Clubes Turnen

Por: .

Atlas do Esporte no Brasil.

Send to Kindle


Resumo

Definições e Origens

A imigração alemã no RS iniciou-se em 1824 e uma de suas mais importantes conseqüências foi a criação de cerca de 600 associações de variados propósitos, sendo 320 identificadas em um levantamento de 1924, nas comemorações do centenário da colonização alemã. Na região de Santa Cruz do Sul, por exemplo, surgiram 97 entidades comunitárias de imigrantes (Clube Teuto-Brasileiro de Lanceiros B. Gaúcho, Sociedade de Cavalaria Schwerin, Clube Ulanos, Clube de Atiradores Germânia, etc). No total identificado no RS, havia 47 dedicadas à ginástica e exercícios físicos (Turnverein). Estes clubes apoiaram-se originalmente no Movimento Turnen que preservava a identidade étnica dos alemães (Deutschtum) fora de seu país de origem. Tal iniciativa, desde 1867, seguia uma combinação de pedagogia de exercícios ginásticos com a ideologia da germanidade posta em circulação nas primeiras décadas do século XIX, tendo Friedrich Ludwig Jahn (Turnvater) como figura central. Além do associativismo local, as igrejas protestantes e católicas de origem alemã que disputavam adeptos entre os imigrantes, adotaram o ideário do Turnen em seus estabelecimentos escolares a partir de 1852. Nos primeiros anos de 1900, as escolas católicas passaram da ginástica de Jahn para as referências do  Colégio Pedro II. RJ, então modelo nacional, e na Segunda Guerra Mundial o Governo Vargas nacionalizou escolas e clubes de alemães e seus descendentes em todo o Brasil, encerrando-se o ciclo Turnen no RS.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.