Colação de Grau Solene na Ufsm: Entre o Festivo e o Acadêmico

Por: , Joel Orlando Bevilaqua Marin e Veridiana Desordi Bernardi.

Licere - v.19 - n.2 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Nesse artigo, analisamos as relações construídas entre a Universidade Federal de Santa Maria, empresas e acadêmicos, para a realização de formaturas solenes. A pesquisa, definida como estudo de caso, foi realizada pela combinação de dois procedimentos metodológicos: análise documental e entrevistas semiestruturadas. A colação de grau solene integra um ritual tradicional que marcou a história da Universidade, desde seus primórdios. Universidade, empresas e formandos construíram uma teia de relações para realizar colações de grau, que interconectam o privado e o público, o ritual acadêmico e o festivo. Embora seja um ato institucional e acadêmico das universidades, nas últimas décadas, a colação de grau foi apropriada pelo campo econômico, que tem agregado efeitos festivos e espetacularizante. Não obstante o contexto histórico em que se encontra, a instituição em análise é privilegiada para assumir o ritual de formatura como acadêmico, público, democrático e inclusivo.

Endereço: https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/view/2054

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.