Colonialismo, Cristãos e Esporte: a Igreja Católica e o Futebol em Goa, 1883-1951

Por: James Mills.

Pensar a Prática - v.15 - n.1 - 2012

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho utiliza o desenvolvimento do futebol em Goa, colônia portuguesa na Índia até 1961, como estudo de caso do qual analisa fatos existentes do esporte e do colonialismo. O ponto de partida do artigo é que estudos já realizados sobre o futebol em particular e sobre o esporte, em geral, em contextos coloniais, apresentam uma série de semelhanças. Em termos gerais, um modelo pode ser concluído a partir desses estudos, quando a ação missionária cristã e projetos do governo colonial desenvolveram atividades para introduzir e incentivar esportes ocidentais entre as populações colonizadas, que depois, eventualmente, adotaram e se adaptaram a esses jogos. O exemplo de Goa apresenta uma nova perspectiva, pois, enquanto elementos da história do futebol coincidem com estes outros estudos, o papel dos agentes indígenas na propagação do jogo em seus estágios iniciais é crucial para entender como o esporte se desenvolveu e se incorporou na sociedade e cultura local.

Endereço: http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/18011/10739

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.