Colônias de Férias: Disciplina e Biopolítica Infantil

Por: Fernanda Aquino, Juliana Brandão Pinto de Castro, Leonardo Hernandes Oliveira, Rafael da Silva Mattos e Stephany de Sá Nascimento.

Licere - v.20 - n.3 - 2017

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho versou sobre o biopoder e o poder disciplinar à luz de Michel Foucault, na intenção de discutir alguns saberes e práticas características das Colônias de Férias. Estas são espaços informais de ensino-aprendizagem com atividades lúdicas, cooperativas, competitivas e coletivas, objetivando a promoção do lazer. A partir dessa pesquisa, encontramos fortes propriedades do poder disciplinar e da biopolítica na educação e regulação dos corpos nas Colônias de Férias pesquisadas. O poder disciplinar se manifesta por meio da presença de atividades obrigatórias, regulação de costumes, da vigilância permanente, entre outros. A biopolítica, discutida por Foucault, aparece por intermédio da preocupação com a saúde da população que, por vezes, é colocada como prioridade, acima das escolhas dos indivíduos, dos desejos das crianças e das finalidades sociopolíticas da educação. 

Endereço: https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/view/9637

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.