Comédia Erótica, Ditadura e Futebol na Espanha dos Anos 70: Las Ibéricas (pedro índice Geral Masó, 1971).

Por: Luiz Carlos Ribeiro de Sant?ana.

XXIX Simpósio Nacional de História

Send to Kindle


Resumo

Em 1971 estreava Las Ibéricas, fime de Pedro Masó, um produtivo homem de cinema na Espanha. Essa realização aliou a paixão pelo deporto Rey com a demanda represada por canais de expressão corporais e sexuais. As belas atrizes da equipe feminina que dá título à obra oferecem uma contínua exposição de suas formas, sob curtos uniformes atléticos. Nossa comunicação busca apresentar, esquadrinhar e analisar a relação entre futebol, erotismo e o cinema espanhol dos últimos anos do franquismo, principalmente no gênero da comédia comercial. Um tipo de filme que foi muito popular na Espanha e que parece encontrar paralelo em uma variante de nossas conhecidas pornochanchadas. A analogia é possível por meio de várias conexões. A datação, por exemplo, é bem próxima. Conforme Rosinalva de Souza, a pornochanchada situa-se, no tempo, “na passagem para a década de 1970”. Tratar-se-ia de “expressão” e “reflexo da onda de permissividade, de liberação dos costumes da época (...)”. Ao longo da referida década realizou-se “todos os subgêneros (...): o filão da comédia erótica, o pornodrama, o pornô-horror (...) o pornopolicial, o pornowestern (RAMOS, Fernão e MIRANDA, Luiz Felipe (orgs.). Enciclopédia do Cinema Brasileiro. São Paulo, Ed. Senac, 2000, p. 431-32. Grifo nosso). A película em questão pode, então, ser classificada como uma leve comédia erótica. De forma semelhante ao mercado brasileiro, esse tipo de filme, na Espanha, também foi feliz na sua relação com o público e nem tanto com a crítica. Temas como o machismo, sadomasoquismo e “psicanálise” aparecem, de alguma maneira, no enredo de Masó. A estrutura narrativa de Las Ibéricas é relativamente simples. Podemos distinguir quatro seções ou blocos e uma incidência recorrente. Noutras palavras, temos uma apresentação inicial, a exposição de situações de conflito e seus respectivos desdobramentos, a afirmação e ascensão das meninas do time e um desfecho, supertradicional, aliás. Os elementos que recorrentemente incidem são formados por esquetes cômicas sucessivas: não necessariamente relacionadas à parte principal do enredo. O approach utilizado levou em conta tanto a contextualização histórica mais geral como o lugar dessa fita no âmbito da história do cinema e as condições da escrita fílmica de então (aspectos de linguagem). A ideia básica foi perscrutar os possíveis diálogos entre cinema, futebol, comédia erótica e política cultural no início do fim do período de Franco.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.