Como Professores de Classe Especial Para Deficientes Mentais da Rede Estadual de Ensino Percebem Sua Atuação Profissional

Por: Maria Teresa Dondelli Paulillo Dal Pogetto.

125 páginas. 1987

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho procurou identificar, junto às professoras das classes especiais para deficientes mentais de Piracicaba e região, os problemas relativos a essa forma de atendimento às necessidades das crianças consideradas deficientes mentais. Para tal, foram realizadas entrevistas abertas com 16 professoras que lecionavam nas 19 classes especiais das escolas estaduais pertencentes à Delegacia de Ensino de Piracicaba. A partir das entrevistas foi possível levantar sete temas - objetivos da classe especial, trabalho desenvolvido, recursos disponíveis - material e humano, encaminhamento, atribuição de causas, rótulo e sugestões - através dos quais foi analisado o conteúdo das falas das professoras. Os resultados obtidos foram apresentados separadamente para cada um dos temas, com sua subsequente discussão. Após considerações referentes a cada tema, realizou-se uma discussão geral, onde ficam evidentes o isolamento e o abandono em que se encontram as professoras e a falta de recompensas pelos serviços por elas prestados. Foram também elaboradas algumas sugestões que poderão contribuir, de algum modo, para a melhoria das condições do atendimento ao aluno dito excepcional.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1294&listaDetalhes%5B%5D=1294&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.