Comparação da Análise Simbólica da Variabilidade da Frequência Cardíaca Entre Mulheres Fisicamente Ativas de Meia-idade e Idosas

Por: Aluísio Henrique Rodrigues de Andrade Lima, Amilton da Cruz Santos, Leone Severino do Nascimento, Maria do Socorro Brasileiro-Santos e .

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.18 - n.2 - 2013

Send to Kindle


Resumo

A variabilidade da frequência cardíaca (VFC) é reconhecida como importante marcador da integridade do sistema autonômico cardíaco. O processo de envelhecimento promove uma série de alterações na estrutura e função cardiovascular. O objetivo do estudo foi comparar a modulação autonômica cardíaca em mulheres fisicamente ativas de meia-idade e idosas através da análise simbólica da VFC. A amostra foi composta por mulheres fisicamente ativas de meia-idade (entre 40 e 59 anos, n=18) e idosas (≥ de 60 anos, n=12) que tiveram o eletrocardiograma (DII) e a respiração (cinta pneumográfica) registrados durante 5 minutos em posição supina. A VFC foi avaliada pela análise simbólica dos intervalos R-R, que distribuiu estes intervalos
em 6 níveis (0 a 5) e agrupou-os em tríades de poder simbólico que foram classificadas em 4 famílias segundo as variações de símbolos presentes na tríade: 0V% (sem variação – associada à modulação simpática), 1V% (uma variação – sem predominâncias), 2V% (duas variações – associada à modulação parassimpática).

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/629.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.