Comparação da Bioquímica Sangüínea Entre Idosos Fisicamente Ativos e Idosos Sedentários

Por: Anderson Saranz Zago, Eduardo Toni Ruiz e .

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Sabe-se que a expectativa de vida do homem está aumentando. Nesse aspecto, o estudo da relação atividade física x envelhecimento pode ter muito a oferecer para a prevenção de doenças e qualidade de vida na terceira idade. O objetivo deste estudo foi comparar bioquimicamente o sangue de idosos (médiade 62 anos de idade)fisicamente ativose sedentários. Setenta e quatro idosos ativos que participavam de um programa de atividade física regular (3 vezes por semana) e 32 sedentários tiveram o sangue coletado e submetido a dosagem bioquímica. Os idosos ativos apresentaram respectivamente para colesterol, triglicérides, HDL .glicose e colesterol / HDL os valores de 236.36 ± 70.19 ml/dc ; 121.45 ± 64.28 ml/dc; 64.78 ± 14.55 ml/dc; 86.00 ± 13.44 ml/ de; 3.75 ± 1.11, enquanto que os idosos sedentários apresentaram respectivamente os valores em de 202.79 ± 27.14 ml/dc; 106.13 ± 81.40 ml/ de ; 60.11 ± 14.16 ml/dc ; 85.49 ± 22.41 ml/dc ; 3.51 ± 0.80. Os testes estatísticos revelaram diferença significativa (p<0.05) apenas para os valores de colesterol. De acordo com os resultados, os idosos ativos não apresentaram diferençassignificativas quantoa bioquímica sangüínea quando comparados a idosos sedentários, com exceção do colesterol, que foi mais elevado no grupo ativo. Conclui-se que, em estudos transversais, como o presente, apenas o nível de participação em atividadesfísicas, não é capaz de assegurar melhores níveis de bioquímica sangüínea em pessoas idosas.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.