Comparação da Antecipação e do Comportamento de Busca Visual de Goleiros Experts e Novatos em Situações de Pênalti com e Sem Informação Prévia do Batedor

Por: Cristiano Santos da Conceicao Ferreira Murta.

60 páginas. 2020 18/02/2020

Send to Kindle


.Resumo

Este estudo objetivou comparar a antecipação e o comportamento de busca visual de goleiros de futebol em situações de pênalti com e sem informações prévias do batedor utilizando o Protocolo de Avaliação da Antecipação de Goleiros de Futebol. Participaram do estudo 40 voluntários, 20 goleiros considerados experts (média de idade 18,9 ± 0,8 anos e tempo de prática médio de 8 anos) e 20 novatos (média de idade 19,2 ± 1,1 anos e nenhum tempo de prática). Os voluntários foram submetidos ao protocolo de avaliação da antecipação de goleiros em situação de pênalti, constituído de 36 cenas de pênalti, 12 com informações prévias convergentes com o resultado do chute, 12 com informações divergentes do resultado do chute e 12 sem nenhuma informação prévia. Para as análises dos dados recorreu-se a ANOVA two-way, design misto (grupos x situações experimentais) para a comparação da antecipação por meio do total de acertos e da busca visual por meio das fixações visuais (duração das fixações, duração das fixações em cada área de interesse, total de fixações) e da precocidade e duração do olho quieto. Estabeleceu-se o nível de significância de 5% e calculou-se o tamanho do efeito (d de Cohen). Nas comparações entre grupos, os experts obtiveram maior número de acertos nas situações com informações erradas e nas situações sem informação. Além disso, o grupo de experts obteve maior duração das fixações no tronco em situações com informações certas e com informações erradas do que novatos. Os experts também fixaram mais tempo no quadril nas situações informações certas e sem informações. Quando avaliadas a perna de apoio e a perna de chute, os experts apresentaram maior média total na duração nas fixações, além de maior duração média das fixações na situação sem informação. Na perna de chute houve maior duração média das fixações na situação com informação errada. Quando somadas todas áreas de interesse, os experts tiveram maior média total das fixações além de terem fixado por mais tempo nas três situações experimentais. As comparações intragrupos mostraram que o número de acertos foi maior nos dois grupos na situação com informação correta. Os experts fixaram por maior tempo na perna de apoio na situação sem informação em comparação à situação com informação. Por fim, as durações das fixações em todas as áreas foram maiores nos experts nas situações com informações certas e informações erradas do que sem informação. Conclui-se que é importante fornecer informações prévias corretas para os goleiros. Experts tem um melhor desempenho que os novatos quando a situação apresenta maiores níveis de dificuldade (informações divergentes e sem informações). Além disso, fixações no tronco, quadril, perna de apoio e perna de chute nessas situações podem fornecer informações de melhor qualidade para a antecipação. Um maior número de fixações visuais no corpo do batedor pode gerar melhores informações para o desempenho da antecipação.

Endereço: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.xhtml?popup=true&id_trabalho=10734132

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.