Comparação das Respostas Cardiorrespiratórias Ao Exercício Submáximo de Alunos de Educação Física Atletas e Não Atletas

Por: Fabrícia Barbosa Gomes.

2017 24/03/2017

Send to Kindle


Resumo

aptidão cardiorrespiratória é umas das variáveis mais importantes na avaliação da aptidão física. Embora existam estudos abordando aptidão cardiorrespiratória entre adolescentes, poucos avaliaram estas respostas submáximas (LAV e PCR) entre jovens de 14 e 15 anos utilizando medidas diretas. Objetivo: Testar a hipótese de que os alunos que participam das aulas de EF juntamente com um treinamento sistematizado no seu contra turno escolar, terá melhor condicionamento em níveis submáximos do exercício quando comparados com aqueles que fazem apenas as aulas de EF. Métodos: 45 alunos com média de idade entre 14,6±0,5 anos, 25 meninos, sendo 16 atletas (GA) e 9 não atletas (GNA) e 20 meninas (GA=8,; GNA=12) foram submetidos ao TCPE. As variáveis avaliadas foram VO2máx, % VO2LAVmáx, FCmáx, %FCmáx, RTR em ambos os limiares submáximos. Para testar a normalidade dos dados foi utilizado o teste de Shapiro Wilk e o teste não-paramétrico Mann-Whitney. Para comparação das médias do TCPE entre os grupos foi realizada a Análise de Variância Univariável – modelo linear geral (ANCOVA) para determinar as diferenças entre os grupos controlando variáveis demográficas padrão como maturação e percentual de gordura corporal (%GC). Resultados: os resultados obtidos na comparação entre os grupos masculino revelaram que houve diferenças nas variáveis submáximas (VO2LAVmáx, %VO2LAVmáx e velocidadeLAV, VO2PCRmáx, e velocidadePCR).

Endereço: http://www.educacaofisica.ufes.br/pt-br/pos-graduacao/PPGEF/detalhes-da-tese?id=10842

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.