Comparação das Respostas Hemodinâmicas Entre o Ciclismo Indoor e Aquático

Por: Ana Cristina Lopes, Andréa Cristiane Ferreira, Glória Barreto, Grace Barros de Sá, , Marcos Aurélio dos Santos, Rodrigo Gomes de Souza Vale e Roxana Macedo Brasil.

Arquivos em Movimento - v.1 - n.2 - 2005

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi comparar as respostas hemodinâmicas dos parâmetros fisiológicos da freqüência cardíaca (FC), pressão arterial (PA), duplo produto (DP), concentração de lactato (LA) e a percepção subjetiva de esforço (PSE) nas atividades de CI (CI) e aquático (CA), utilizando-se o mesmo protocolo. A amostra limitou-se a 10 indivíduos (24,5±4,67 anos; 178,8±3,62 cm, 81,09±8,08kg) do gênero masculino. Utilizou-se as bicicletas SCHWIN (2001) e HIDRORYDER nas sessões de CI e CA, respectivamente. O procedimento estatístico foi composto por análise
descritiva e inferencial através do teste t-Student para comparação entre as médias das variáveis fisiológicas e teste Mann-Whitney para a comparação entre as médias da PSE. O comportamento da FC variou significativamente entre os meios apenas no estágio 1 da aula, enquanto a variável PAS apresentou diferença significativa somente no estágio 2. A variável PAD não demonstrou diferença significativa, assim como as variáveis LA e DP em nenhum dos estágios. A PSE observada na sessão de CA apresentou valores superiores à sessão CI, no entanto não demonstrou ser significativa, exceto no estágio 2. A partir destes resultados sugere-se que o comportamento das respostas hemodinâmicas e da PSE não diferem significativamente entre as aulas de ciclismo realizadas.
 

Endereço: https://revista.eefd.ufrj.br/EEFD/article/view/210

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.