Comparação de Resposta da Frequência Cardíaca em Pequenos Jogos no Futebol com Diferentes Critérios de Composição das Equipes

Por: , João Pedro Araújo Guimarães, Marcelo Vilhena Silva e Pedro Henrique Freitas Correa.

Rbff - Revista Brasileira de Futsal e Futebol - v.11 - n.43 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Este estudo objetivou comparar a frequência cardíaca de atletas de futebol durante pequenos jogos praticados por equipes compostas por atletas de mesma posição (e.g. equipe com três defensores) ou de posições diferentes (e.g. equipe com um defensor, um meio-campista e um atacante)). Participaram do estudo 12 atletas sub-14 (idade 14,43 ± 0,16 anos) de uma equipe de futebol do Paraná, escolhidos com base em seu estatuto posicional (4 defensores, 4 meio campistas e 4 atacantes). Na primeira semana realizou-se o teste para a composição das equipes e na segunda semana os pequenos jogos nos dois protocolos. Os dados foram analisados por meio do teste t pareado, com recurso ao software SPSS 20.0 e o nível de significância adotado foi de 5%. Não foi encontrada diferença significativa na frequência cardíaca entre os dois protocolos. Assim, é possível concluir que a manipulação da composição das equipes baseada no estatuto posicional não influenciou as respostas de frequência cardíaca dos atletas durante os pequenos jogos.

Endereço: http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/748

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.