Comparação do Equilíbrio Dinâmico Entre Praticantes de Brazilian Jiu-jitsu com Diferentes Níveis de Experiência

Por: Bruno Brasil, Cristine Lima Alberton, e Suzete Chiviacowsky.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.29 - n.4 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi analisar o equilíbrio dinâmico em praticantes experientes e iniciantes de Brazilian Jiu-Jitsu (BJJ) e grupo controle. A amostra do presente estudo foi composta por 34 participantes, com idades entre 20 e 42 anos, divididos em três grupos: 10 praticantes de BJJ Experientes, 12 praticantes de BJJ Iniciantes e 12 não praticantes de BJJ que compuseram o grupo controle. A tarefa do protocolo consistiu na busca do equilíbrio sobre um estabilômetro, com o objetivo de manter a plataforma o mais perto possível da posição horizontal (ângulo de 0 a 3º de desvio máximo) durante cada tentativa de 90 segundos. Os resultados demonstram diferenças significativas entre os grupos [F(2,31) = 30,24; p < 0,001]. Através dos testes de "post-hoc" foram detectadas diferenças entre o grupo Experientes (46 ± 14 s) e os outros dois grupos, Iniciantes (25 ± 6 s, p < 0,001) e Grupo Controle (19 ± 4 s, p < 0,001). Todavia, não foram encontradas diferenças significativas entre os Grupo Controle e Iniciantes (p = 0,421). Os resultados sugerem que o tempo de prática de BJJ pode influenciar no desempenho do controle do equilíbrio.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1807-55092015000400535&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.