Comparação dos Níveis de Coordenação Motora óculo-manual Fina Entre Crianças de 7,5 a 8,5 Anos e Estudantes do 3º Grau

Por: Dietmar Samulski, Mauro Heleno Chagas, Robledo Rodrigues Coelho e .

Kinesis - n.13 - 1994

Send to Kindle


Resumo

O objetivo principal desta pesquisa foi comparar o nível de coordenação motora óculo-manual fina entre adultos e crianças. Este estudo realizou- se com a participação de dois grupos: um grupo dos adultos e outro das crianças. Cada grupo foi composto de 12 voluntários, sendo que os adultos eram estudantes universitários da UFMG com idade média de 20,08 anos (s=2,06) e as crianças eram alunas do centro Pedagógico da UFMG com idade média de 8,03 anos (s=0,51). A coleta de dados foi realizada no Laboratório de Psicologia do Esporte (LAPES) na Escola de Educação Física/UFMG. utilizou-se para a analise da coordenação motora óculo-manual quatro testes psicomotores pertencentes ao MULTIPSY-821: Tracking, trace, tapping e ozt. os resultados indicaram que se obteve difemça significativa (p<0,05) em três dos quatro testes aplicados. No último teste (OZT), que era composto por três níveis de complexidade, somente o nível de maior complexidade apresentou diferença significativa. Os outros níveis de Complexidade deste teste não apresentaram difemaças. Concluiu-se que o grupo de crianças avaliadas apresentou níveis de coordenação óculo-manual fina inferiores ao grupo de adultos.

Endereço: http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/kinesis/article/view/8353

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.