Comparação dos Parâmetors do Modelo de Potência Crítica Entre Homens e Mulheres Mediante Correção Alométrica

Por: , Fábio Yuzo Nakamura, , Jonathan Santos Galvão, Lucas Galvão Hasegawa Marcolino, Nilo Massaru Okuno e Rômulo Cássio de Moraes Bertuzzi.

Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte - v.7 - n.1 - 2008

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi comparar os parâmetros do modelo de potência crítica de homens e mulheres após a correção alométrica. A massa corporal (MC), massa corporal magra (MCM) e volume muscular de membros inferiores  (VMMI) foram corrigidos pelos expoentes 0,67 e 0,75 quando a variável analisada foi a potência crítica (PC), e pelo expoente 1,0 para capacidade de trabalho anaeróbio (CTA). Foram detectadas diferenças significativas nas variáveis antropométricas e nos valores absolutos da PC e CTA, com os homens apresentando valores superiores às mulheres (P < 0,01). Somente a CTA corrigida pela MC, MCM e VMMI, não diferiu estisticamente entre os sexos (P > 0,05). Entretanto, a PC relativa à MC, MCM e VMMI corrigidos pelos expoentes 0,67 e 0,75, demonstrou ser maior entre os homens. Nesse sentido, parece que a aptidão aeróbia é menos dependente das diferenças das dimensões corporais constatadas entre os gêneros quando comparada à aptidão anaeróbia.

Endereço: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/1226

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.