Comparação Entre as Modalidades de Caminhada e Corrida na Predição do Consumo Máximo de Oxigênio

Por: .

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.14 - n.5 - 2008

Send to Kindle


Resumo

Os testes ergométricos de exercício realizados em esteira podem ser desempenhados a partir das modalidades de caminhada e corrida, contudo, sem haver grandes elucidações ao comparar resultados de VO2máx obtidos nessas possibilidades de teste. Com o intuito de responder a essa questão, o presente estudo objetivou comparar a predição do VO2máx entre um protocolo escalonado máximo de caminhada e um de corrida, ambos elaborados de modo a proporcionar demandas metabólicas idênticas em cada estágio. Foram voluntários para o presente estudo 23 indivíduos (15 masculinos e oito femininos) com 27,7 ± 7,6 anos de idade, 73,0 ± 14,9kg de massa corporal, 170,0 ± 1,0cm de estatura, 19,3 ± 8,6% de gordura corporal, 24,7 ± 3,3kg×m-2 de índice de massa corporal e 44,1 ± 6,0mL×kg-1×min-1 de potência aeróbia máxima. Um teste t pareado não demonstrou diferenças significativas (p = 0,364; IC 95 % = -2,2 a 0,85) entre o protocolo de caminhada e o de corrida, apesar de a média dos valores do VO2máx na corrida ter sido 2,4% superior (42,4 vs. 43,4mL×kg-1×min-1). Com base nos resultados encontrados, conclui-se que a administração de diferentes estratégias de protocolos em esteira (caminhada ou corrida) não influenciou significativamente a estimativa do VO2max, não interferindo na posterior tomada de decisão para a prescrição do treinamento cardiorrespiratório.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v14n5/02.pdf

Tags:

O que são tags? Tags são palavras-chave (relevantes) usadas, no CEV, para classificar um determinado conteúdo.
Que tal sugerir uma?

Comentários


:-)





© 1996-2014 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.