Comparação Entre Dois Métodos Objetivos e Individuais de Determinação da Velocidade de Corrida no Limiar de Lactato

Por: Cecília Segabinazi Peserico, Fabiana Andrade Machado, Paulo Victor Mezzaroba, Solange Marta Franzói de Moraes e Wonder Passoni Higino.

Motriz - v.18 - n.2 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi comparar as velocidades de corrida no limiar de lactato (vLL) determinadas pelos métodos objetivos e individuais Dmax (vLLDmax) e log-log (vLLlog-log) sendo esperado uma relação entre eles melhor do que a relação deles com o método de concentração fixa de lactato sanguíneo em 3,5 mM (vLL3,5mM). Participaram deste estudo 17 corredoras recreacionais com experiência em provas de rua de 10 km (idade: 42,1 ± 6,7 anos; estatura: 1,63 ± 0,03 m; massa corporal 57,2 ± 4,9 kg) que realizaram um teste incremental em esteira ergométrica, com velocidade inicial de 7 km/h e incrementos de 1 km/h a cada três minutos. Amostras de sangue foram coletadas nas pausas de 30 segundos entre cada estágio. As vLL foram 10,3 ± 1,4 (vLLlog-log), 10,9 ± 0,8 (vLLDmax) e 11,6 ± 1,2 km/h (vLL3,5mM) sendo a vLL3,5mM significantemente superior à vLLlog-log (P < 0,001) e à vLLDmax (P = 0,024). Apesar disso, a amplitude dos limites de concordância (±1,96 DP) entre as vLL foi semelhante, variando entre ±1,48 e ±1,77 km/h e a correlação entre a vLL3,5mM e as velocidades vLLlog-log (r = 0,70) e vLLDmax (r = 0,78) foi maior que a correlação daquelas velocidades entre si (r = 0,65). Em suma, as velocidades vLLlog-log e vLLDmax não apresentaram uma melhor relação entre si do que a relação delas com a vLL3,5mM. 

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/4129

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.