Comparação Entre Protocolos de Determinação do Limiar Anaerobio e Suas Correlações com o Desempenho Aerobio em Nadadores Adolescentes

Por: Juliana Cordeiro de Melo.

2006 14/07/2006

Send to Kindle


Resumo

Os objetivos do presente estudo foram comparar a velocidade de limiar anaeróbio (VLAn) obtida a partir de concentrações fixas de lactato (4 e 3,5 mM), a velocidade de lactato mínimo (VLaCrnin) e a velocidade crítica (VC) detenninada através de diferentes distâncias e, analisar a correlação dos protocolos citados anterionnente com o desempenho nos 400 metros (s) em nadadores adolescentes. Fizeram parte da amostra 15 nadadores (10 meninos = 14,8 :f: 0,6 anos e 5 meninas = 14,6:f: 0,8 anos) de nível nacional. A velocidade de LAn foi determinada através de metodologia similar a proposta por MADER et aI. (1978), utilizando-se concentrações de lactato sangüíneo de 4 mM (VLAn 4 mM) e 3,5 mM (VLAn 3,5 mM). Para a determinação da VLaCrnin, foram adotados os procedimentos propostos por RIBEIRO et al. (2003). A VLaCrnin foi considerada aquela com a menor concentração sangüínea de lactato durante a fase progressiva do teste. A VC1 (50/100/20Om), VC2 (100/200/40Om), VC3 (50/100/200/40Om) e VC4 (200/40Om) foram determinadas através da inclinação (b) da reta de regressão linear entre as distâncias e os respectivos tempos obtidos em cada repetição (W AKA YOSHI et al., 1992), sendo os tiros realizados em ordem aleatória durante as sessões de treinamento, com uma tentativa por sessão. Todos os testes foram realizados em uma piscina de 25 m, sendo realizadas de sete ou oito avaliações com intervalo de 24 a 48 horas entre as mesmas. Para tratamento dos dados foi utilizado análise de variância (ANOV A) para medidas repetidas seguido do teste post hoc de Scheffé e o coeficiente de correlação de Pearson. Os níveis de significância adotados foram de P.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000387662&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.