Comparação de Intervenções de Promoção à Saúde do Trabalhador: Ensaio Clínico Controlado Randomizado Por Cluster

Por: Antonio José Grande, , Gustavo Celestino Martins, Luciane Manzatto, Túlio Brandão Xavier Rocha e Valter Silva.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.15 - n.1 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi comparar diferentes intervenções de promoção à saúde do trabalhador e seu impacto nos domínios da qualidade de vida (Saúde, Atividade Física, Ambiente Ocupacional e Percepção da Qualidade de Vida). Foi conduzido um ensaio clínico controlado randomizado por cluster em 4 empresas com 172 trabalhadores de ambos os sexos, com idade média de 26,10 ± 6,03, todos do setor administrativo. As intervenções tiveram duração de três meses. A Empresa A (EA) recebeu o exercício físico no local de trabalho [ginástica laboral (GL)] mais as intervenções educativas (IE: cartazes com recomendações de saúde e qualidade de vida e software computacional); a Empresa B (EB) recebeu a GL; os trabalhadores da Empresa C (EC) receberam a IE; a Empresa D (ED) foi o controle. As avaliações da qualidade de vida no trabalho ocorreram por meio do Questionário de Avaliação da Qualidade de Vida e Saúde (QVS-80). Foram encontradas melhorias significantes (p<0,01) no domínio do ambiente ocupacional para as empresa que receberam GL (EA e EB). Conclui-se que as empresas que receberam a GL promoveram benefício no domínio do ambiente de trabalho.


 

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2013v15n1p27/23878

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.