Comparação do Método Pré-exaustão e da Ordem Inversa em Exercícios Para Membros Inferiores

Por: Belmiro Freitas de Salles.

Revista da Educação Física - UEM - v.19 - n.1 - 2008

Send to Kindle


Resumo

A proposta deste experimento foi comparar o método pré-exaustão (PRE) à ordem inversa nos exercícios leg press (LP) e cadeira extensora (CE), sobre o volume de repetições máximas (RM) e percepção subjetiva de esforço (PSE). Treze homens treinados (22 ± 3,2 anos; 84,7 ± 9 kg; 180 ± 8 cm) foram submetidos a quatro sessões de coleta de dados. Após a determinação da carga para 8RM, foi respeitado um intervalo de 96 horas para aplicação da seqüência A, LP antes da CE, e após 72 horas a seqüência B (PRE), CE antes do LP. Foi realizada uma série de cada exercício com intervalo para transição entre exercícios de 20 segundos. O procedimento foi realizado por quatro vezes com intervalos fixos em dois minutos. O número de RM e a PSE (OMNI-RES) foram coletados após cada série de cada exercício. Os resultados apresentaram o volume total de RM e a média do número de RM no exercício CE significativamente menores na seqüência A (volume total = 38,6 ± 7,3; média do número de RM CE = 3,57 ± 1,19) quando comparada à seqüência B (volume total = 46,9 ± 8,4; média do número RM CE = 6,69 ± 1,33). Os dados sugerem que a ordem de PRE promove a realização de um maior volume total de treinamento quando comparada à ordem inversa sem alterações na PSE.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/4318/2920

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.