Comparação da Potência Aeróbia em Diferentes Modalidades Esportivas

Por: Carla C. Silva, , Luiz Claudio Reeberg Stanganelli e Romanzini.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O consumo de oxigênio tem sido considerado um importante referencial para avaliação da potência aeróbia ou condição cardiorrespiratória em indivíduos de diferentes faixas etárias e níveis de aptidão física. Neste sentido o objetivo do presente estudo foi comparar o consumo máximo de oxigênio em três modalidades esportivas distintas (futsal, natação e voleibol). A amostra foi composta por 24 indivíduos do sexo masculino na faixa etária de 14 a 17 anos. A potência aeróbia foi estimada de forma indireta mediante teste de campo. Para a comparação entre as modalidades esportivas foi empregada análise de variância (ANOVA one-way), com nível de significância de p<0,05. Os resultados demonstraram a não ocorrência de diferenças significantes na potência aeróbia entre as três modalidades esportivas estudadas. Todavia os maiores valores absolutos da potência aeróbia foram encontrados nos atletas de futsal ao passo que os valores mais baixos foram observados no voleibol. Com base nesses resultados aparentemente a falta de diferenciação estatística significante entre as modalidades esportivas pode ser atribuída a especificidade dos treinamentos e a requisição de outros componentes mais relevantes para o desempenho do que propriamente a potência aeróbia.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.