Comparação do V02 Máx. e Ingestão de Ferro em Velocistas Juvenis do Núcleo de Atletismo da Copmerj,8 Cre Zona Oeste do Rio de Janeiro

Por: Maxld. Ferrão.

IX Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do trabalho é comparar o V02 máx. com a quantidade de ferro ingerida na alimentação de Velocistas Juvenis do Núcleo de Atletismo da COPMERJ, 8a. CRE na Zona Oeste do Rio de Janeiro, para avaliar se a deficiência na ingestão de ferro pode ser um fator limitante para o V02 máx. A amostra utilizada para a pesquisa foi de jovens velocistas juvenis entre 14 e 17 anos (15,05 ± 1,02), sendo 8 homens e 9 mulheres, todos com pelo menos um ano de treinamento. O teste utilizado na amostra para avaliar o V02 máx.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.