Comparativo de Flexibilidade em Alunos Não Praticantes e Praticantes de Exercício Físico no Bodypump

Por: Arieli Fernandes Dias e Cleiton Chiamonti Bona.

Cinergis - v.13 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O estudo visa identificar o nível de flexibilidade de mulheres entre 25 à 45 anos de idade, não praticantes e praticantes de exercício físico no bodypump a mais de três meses. A verificação foi através do teste sentar e alcançar do banco de Wells, onde foram feitas três coletas em 90 dias para identificar o nível de flexibilidade dos dois grupos. As coletas foram tabuladas em uma planilha de Excel para organização da mesma. Foi realizado o teste T para comparar as médias de flexibilidade entre os dois grupos. O resultado obtido pelo grupo das praticante foi de média 25,7 no primeiro teste, 27,5 no segundo e 28,2 no terceiro teste, enquanto as avaliadas que não praticam exercício físico foi de média 7,9 na primeira avaliação e 7,7 na segunda e terceira. A partir destes resultados, conclui-se que houve diferença estatisticamente significativa entre os dois grupos, evidenciando um melhor nível de flexibilidade para as mulheres praticantes de bodypump.

Endereço: https://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis/article/view/2883

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.