Competência Percebida e Atribuição de Causalidade em Jogadores Juniores de Futebol

Por: José Augusto Dela Coleta, Lucas Guimarães Cardoso de Sá e Marilia Ferreira Dela Coleta.

Psicologia: Teoria e Pesquisa - v.27 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O modelo motivacional da atribuição de causalidade prevê que sentimentos e expectativas gerados pelo tipo de causa utilizada pelo indivíduo, para explicar o que acontece com ele mesmo, podem influenciar sua motivação. Assim, pretendeu-se investigar as causas atribuídas por 111 jogadores juniores de futebol ao próprio nível de competência e sua influência nos sentimentos, expectativas e disposição para agir. Os resultados indicaram que aqueles que avaliaram ter alto nível de competência utilizaram causas mais internas, mais estáveis e igualmente controláveis, em comparação àqueles que avaliaram ter um nível menor de competência. Isso pode explicar a ausência de diferenças significativas nas emoções negativas, expectativas e disposições para a ação dos atletas.

Endereço: https://revistaptp.unb.br/index.php/ptp/article/view/680

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.