Competências Empreendedoras na Gestão de Conflitos: Um Estudo Exploratório em Clubes Esportivos Sociais

Por: João Gurgel de Campos.

115 páginas. 2017 23/02/2017

Send to Kindle


Resumo

O esporte vem sendo considerado um produto muito importante para economia mundial e a gestão esportiva tem papel fundamental no desenvolvimento do esporte e das organizações esportivas no mundo. Mesmo com toda esta relevância, pouco se produz cientificamente sobre o tema no Brasil. A opção pelos clubes esportivos sociais como ambiente de pesquisa se deve ao fato de eles serem considerados modelos de organizações sem fins lucrativos cuja essência é voltada ao seu associado. Por se tratar de um tipo de organização que na sua gestão possui um modelo híbrido composto por gestores esportivos estatutários voluntários (presidente, diretores e conselheiros), e gestores esportivos remunerados (gerentes, supervisores, coordenadores e líderes, entre outros) pretende-se entender como ocorre a gestão concomitantemente, se há conflitos entre estes dois níveis e, para tal, é preciso conhecer as ações e competências de seus dirigentes. Assim, esta pesquisa tem por objetivo identificar quais são as competências dos gestores dos clubes esportivos sociais e se estas competências são empreendedoras. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de natureza exploratória, cujo instrumento de coleta de dados é a entrevista, apoiada em um roteiro semiestruturado. Os dados foram tratados à luz da análise de conteúdo, conforme orientações de Bardin (1977). Os resultados demonstram que há diversidade entre os tipos de conflitos existentes nos clubes esportivos sociais, e por meio do estudo de Man e Lau (2005), a pesquisa mapeou as competências empreendedoras utilizadas pelos gestores envolvidos. Foi possível observar aplicabilidade da tipologia das competências empreendedoras sobre as ações dos gestores na gestão dos conflitos. As conclusões advertem para a necessidade de desenvolver um olhar empreendedor sobre as competências dos gestores. Os relatos dos gestores esportivos indicam também que há conhecimento entre eles de que convivem em um ambiente conflitante, decorrente da estrutura organizacional. Frente à gestão dos conflitos ficou claro que há diferenças entre os gestores voluntariados e os remunerados, entretanto ambos apresentam competências empreendedoras na sua prevenção e manipulação. Desta forma, o estudo contribuiu para o desenvolvimento acadêmico de pesquisas de gestão de conflitos e de competências empreendedoras ao relacionar os temas, além de gerar um material ainda incipiente no Brasil sobre os clubes esportivos sociais e o seu modelo administrativo.

Endereço: http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1594

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.