Comportamentos Assertivos e Dimensões de Perfeccionismo em árbitros no âmbito Nacional

Por: Camila Rinaldi Bisconsini, Pedro Paulo Deprá e Regina Alves Thon.

Pensar a Prática - v.17 - n.3 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Objetivo: Investigar a assertividade e o perfeccionismo dos árbitros de modalidades individuais. Metodologia: Participaram 67 árbitros de nível estadual e nacional, sendo 19 do judô e 47 da natação. Os instrumentos contemplam o Inventário Assertivo e a Escala Multidimensional de Perfeccionismo. Para análise dos dados foram utilizados os testes Kolmogorov-Smirnov, o teste “U” de Mann-Whitney e ANOVA de medidas repetidas. Resultados: Entre os árbitros destacou-se o alto nível de assertividade. As características de perfeccionismo com maiores escores foram a organização e os padrões de realização pessoal. Conclusão: A assertividade e a organização foram evidenciadas nos árbitros, que demonstraram altos padrões de realização pessoal na função que executam.

Endereço: http://revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/29700

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.