Comportamentos de Risco e Estilos de Vida Saudáveis: o Caso do Boxe nas Academias de Ginástica de Campina Grande-pb

Por: Edivan de Sousa Fernandes.

58 Reunião Anual da SBPC

Send to Kindle


Introdução:

A saúde é um dos temas mais discutidos do nosso cotidiano, sendo exaustivamente explorada nas diversas esferas da existência humana. Sem ser na maioria das vezes abordado de uma forma mais aprofundada, a partir das relações que estabelece com determinadas concepções de saúde, o esporte é visto como um grande remédio para a saúde dos indivíduos e da população. Em virtude desse quadro, apontamos a necessidade de investigações que abordem as temáticas do esporte e da saúde na sociedade paraibana. Mesmo sendo uma prática corporal onde o risco e a dor estão bastante presentes, o boxe vem conquistando espaço nas academias de ginástica de Campina Grande - PB, o que nos leva a questionar as relações que estabelece com os princípios da medicalização da vida e da ideologia do homem saudável. Esse estudo teve como objetivo investigar a prática do boxe nas academias de ginástica de Campina Grande, no sentido de ampliar a compreensão das relações existentes entre o esporte e a saúde nas sociedades contemporâneas. Para a sua realização, elaboramos as seguintes questões de estudo: 1) Qual a concepção de saúde dos praticantes de boxe das academias de ginástica de Campina Grande? 2) Qual a percepção dos praticantes de boxe das academias de ginástica de Campina Grande, sobre as relações existentes entre o esporte e a saúde? 3) Qual a relação dos praticantes de boxe das academias de ginástica de Campina Grande, com o risco e dor inerentes à prática esportiva?


METODOLOGIA:

Metodologia: Trata-se de uma pesquisa descritiva, do tipo estudo de caso, caracterizando-se pelo que Gil (2002) chama de estudo de caso coletivo. Essa categoria de estudo de caso tem o propósito de estudar características de uma população, selecionada porque se acredita que por meio dela pode-se aprimorar o conhecimento sobre o universo a que pertence. O estudo de caso é uma modalidade de pesquisa bastante utilizada nas ciências biomédicas e sociais, sendo realizado a partir da definição da unidade-caso. A unidade-caso delimitada para o nosso estudo, foi a primeira turma de boxe da academia de ginástica Fitness, localizada na cidade de Campina Grande-PB. Os instrumentos de produção dos dados foram constituídos pela observação participante e pelas entrevistas semi-estruturadas, realizadas com cinco praticantes de boxe da academia investigada. As entrevistas foram gravadas e posteriormente transcritas, sendo os seus dados categorizados e analisados tomando-se por base as nossas questões de estudo.

RESULTADOS:

Resultados: As variáveis socioeconômicas estudadas foram gênero, idade e escolaridade. O gênero masculino representou 80% do total de investigados, sendo que o gênero feminino representou apenas 20% dos praticantes. Verificou-se que a média de idade da população estudada é de 20,6 anos. A maioria dos participantes desta pesquisa são estudantes. Os dados das entrevistas foram agrupados e categorizados em seis aspectos. Dentre as práticas esportivas que os investigados tiveram ao longo de suas vidas, o boxe foi juntamente com outras artes marciais, a mais vivenciada. A prática do boxe surge do interesse pelo esporte, bem como em adquirir técnicas de autodefesa. A prática do boxe para 60% desses indivíduos dar-se-ia mesmo se não fosse numa academia de ginástica. O esporte e o boxe são para todos eles uma prática totalmente saudável. Em relação ao risco, para 60% dos praticantes o boxe não é um esporte arriscado, embora 80% desses indivíduos já tenham se machucado praticando o boxe. A maioria dos praticantes demonstrou satisfação em ter escolhido esta prática esportiva. Em relação à saúde e ao estilo de vida, a saúde é tida como um fator muito importante para suas vidas e o estilo de vida saudável para eles é praticar atividades físicas.

CONCLUSÕES:

Conclusões: Analisando os dados deste trabalho, pôde-se constatar que todos os indivíduos ao longo de suas vidas, vivenciaram outras práticas corporais além do boxe. O esporte para estes indivíduos é visto como sinônimo de saúde, pois vêem no esporte uma relação de causa e efeito entre a prática esportiva e a saúde, além da saúde ser compreendida pelo estado físico do organismo. De acordo com o nosso referencial teórico, os estudos que dão sustento a essa relação de causalidade, têm revelado grandes carências, tanto ao nível conceitual quanto metodológico. A compreensão de saúde também é um dos aspectos a ser revisto, não devendo ser reduzida apenas às condições orgânicas do corpo humano. É interessante notar, que para a maioria dos investigados, o boxe não se trata de um esporte arriscado, mesmo que já tenham se machucado praticando-o, o que mostra uma certa tolerância dos indivíduos em conviver com o risco e a dor, numa perspectiva existencial da saúde humana. A dimensão ideológica da saúde está presente, quando esta é tida como um fator importante na vida desses indivíduos, que elegem como um estilo de vida saudável a prática de esportes, freqüentemente relacionado de forma exclusivamente positiva à saúde.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.