Composição Corporal e Aptidão Funcional de Idosos Acompanhados Pela Estratégia de Saúde da Família no Município de Parintins, Amazonas

Por: I. F. Freitas Jr., J. M. Gimaque, S. F. S. Santos e T. R. S. Paulo.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi avaliar a composição corporal e aptidão funcional dos idosos acompanhados pela estratégia de saúde da família no município de Parintins, Amazonas. Foi realizado um estudo de corte transversal, em uma amostra não probabilística de idosos participantes do Programa Viva Mais da Secretaria Municipal de Assistência Social de Parintins. Participaram 240 idosos (67,2 ± 9,57 anos), sendo 22,3 % (n=53) do sexo masculino e 77,7% (n=185) do sexo feminino, quais foram submetidos a teste de avaliação da aptidão funcional segundo o protocolo da Bateria de testes físicos Senior Fitness Test e avaliação da composição corporal pelas medidas de massa corporal, estatura e circunferência da cintura e quadril. Os resultados demonstraram que os indicadores de razão cintura quadril (66,7%; n= 158), razão cintura estatura (81,7%; n=192) e índice de conicidade (73,9; n=173) apontaram o alto risco dos idosos serem acometidos por doenças cardiovasculares, ou seja, acima da faixa recomendável. Em relação a aptidão funcional, o teste físico indicou melhores resultados para a flexibilidade dos membros inferiores com 79,2% (n=137) dos idosos com resultados na faixa recomendável para saúde, segundo sua idade. Quando comparadas por sexo, para os testes de flexibilidade dos membros superiores, as mulheres obtiveram desempenho superior aos resultados dos homens (p<0,001). Porém tanto homens quanto mulheres tiveram resultados insatisfatórios no teste de resistência aeróbica. Dessa maneira, pode-se concluir que a população idosa investigada apresentou resultados que indicam baixa aptidão física para flexibilidade dos membros superior e resistência aeróbica, e um melhor desempenho apenas para a flexibilidade dos membros inferiores, com média de aptidão funcional na faixa recomendável. Para a composição corporal apenas a medida de Índice de Massa Corporal apresentou resultados na faixa recomendável para a saúde. Desse modo pode-se concluir que a manutenção e qualificação dos programas de atividades físicas regulares para idosos são fundamentais para reduzir os efeitos deletérios do envelhecimento, e manter ou melhorar o nível de aptidão física e composição corporal de seus integrantes

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.