Composição Corporal em Escolares de Diferentes Generos do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Campinas.

Por: Silvia H Mori.

III Congresso de Ciência do Desporto

Send to Kindle


Introdução: As ferramentas essenciais para o acompanhamento da saúde dos alunos durante os anos do ensino fundamental são a composição corporal e as medidas antropométricas, permitindo a intervenção do profissional com programas de atividade física.

Objetivo: Verificar as diferenças existentes entre os gêneros dentro dos ciclos de aprendizagem quanto aos indicadores da composição corporal em escolares do ensino fundamental da Rede Municipal de Campinas. Amostra: 265 alunos do ensino fundamental, idade de 6 a 14 anos de três escolas da Rede Municipal de Campinas, pesquisa locada no CEFORTEPE.

Métodos: Realizaram mensurações antropométricas: massa corporal (MC), estatura (EST), circunferência e dobras cutâneas. Em seguida foram estimada a porcentagem de gordura (%G) e as áreas musculares do braço (AMB) e coxa (AMCX). Os dados foram analisados através da estatística descritiva, da técnica estatística Kruskal-Wallis, com nível de significância de p<0,05.

Resultados: Os resultados demonstraram que houve significantes diferenças entre gêneros nos ciclos 4 para AMCX e AMB (p<0,01), como no ciclo 1 para a %G (p<0,01). Todavia, não foram verificadas diferenças estatisticamente significantes na MC e EST para todos os ciclos na comparação entre gênero, como também, não foram percebidas diferenças na AMCX e AMB para os ciclos 1, 2 e 3; como na %G para os ciclos 2, 3, e 4.

Conclusão: Houve uma tendência de maiores volumes nas áreas musculares do braço e
coxa dos meninos do que as meninas no ciclo 4, e %G maior para as meninas no ciclo 1.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.