Compreensão de Idosos Sedentários a Respeito da Importância de Praticar Exercícios Físicos Regularmente

Por: Adriano Detoni Filho, Janaísa Gomes Dias de Oliveira e Mariana Nolde Pacheco.

XIV Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Objetivos:
Avaliar o nível sócio-econômico-demográfico, estabelecer dados antropométricos de idosos sedentários atendidos em um Ambulatório do Centro Universitário Vila Fátima da PUCRS, bem como analisar a percepção dos idosos sobre a importância da prática de exercícios físicos.

Métodos/Resultados:
A amostra foi composta por 28 idosos, sendo 20 do sexo feminino e 8 do sexo masculino, com faixa etária entre 76 a 80 anos. Todos os participantes ganhavam mais de um salário mínimo, 20 idosos eram aposentados com ainda alguma ocupação laboral, 22 estudaram até o ensino fundamental, 6 estudaram até o ensino médio, 22 possuíam casa própria e 6 moram de aluguel. Grande parte dos idosos relatou ter algum histórico familiar de doenças, 20 tinham hipertensão arterial sistêmica, 8 diabetes, 5 obesidades e 11 dislipidemia. O nível de atividade física foi preocupante, pois, todos relataram não realizar exercícios físicos regulares, e como principais justificativas 7 relataram falta de tempo, 6 apresentavam doenças, 5 relataram que as atividades de vida diárias já funcionam como exercícios físicos e 10 não gostavam de praticar exercícios físicos, mas todos mostraram conhecer a importância da prática de exercícios físicos regulares. A classificação média dos idosos quanto ao IMC foi de pré-obesidade (12), variando para obesidade (8).

Conclusão:
Os idosos tiveram uma alta classificação do IMC corroborando com a não realização de exercícios físicos regularmente. Como grande parte dos idosos possui algum tipo de doença, afirma-se ainda mais a importância de exercícios físicos regulares e orientados para melhoria da saúde.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.