Comunicação, Migrações e Gênero: Famílias Transnacionais, Ativismos e Usos de Tics

Por: Denise Cogo.

Intercom - Revista Brasileira de Ciências da Comunicação - v.40 - n.1 - 2017

Send to Kindle


Resumo

A partir de uma breve contextualização dos estudos em torno das interfaces entre migrações transnacionais e gênero, assim como do lugar da comunicação nesses estudos, propomos situar e discutir dois eixos das pesquisas que focalizam gênero, migrações, consumo e usos de Tecnologias da Comunicação e Informação (TICs). Um primeiro eixo faz referência às experiências de gênero relacionadas ao consumo e usos de tecnologias nos processos de constituição e interação das chamadas famílias transnacionais; um segundo eixo alude à apropriação das tecnologias em ações e projetos de mobilização e ativismos em que se articulam gênero e migrações. As reflexões propostas estão baseadas em levantamento bibliográfico e revisão de resultados de pesquisas já realizadas sobre o tema, especialmente aquelas orientadas ao estudo das migrações latino-americanas.Referências ARIZA, M. Itinerario de los estudios de género y migración en México. In: PORTES, A., ARIZA, M. (eds.). El país transnacional: migración mexicana y cambio social a través de la frontera. México, D.F.: UNAM. Instituto de investigaciones sociales, 2007, p.453-511. BLANCO, C. Migraciones: Nuevas movilidades en un mundo en movimiento. Barcelona: Anthropos, 2006. COGO, D., BRIGNOL, L. Reposicionando o nacionalismo metodológico: migrações, transnacionalismo e as pesquisas em comunicação, consumo e recepção. In: SODRÉ, M.; TEMER, A. C.; ElHAJJI, M. (Org.). Diásporas urbanas e subjetividades móveis: migrantes, viajantes e transeunt COMUNICAÇÃO, MIGRAÇÕES E GÊNERO: FAMÍLIAS TRANSNACIONAIS, ATIVISMOS E USOS DE TICS 192 Intercom - RBCC São Paulo, v.40, n.1, p.177-193, jan/abr. 2017

Endereço: http://www.portcom.intercom.org.br/revistas/index.php/revistaintercom/article/view/2643

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.