Concepção Político Social do Corredor de Rua da Zona Sul da Cidade do Rio de Janeiro

Por: Airody Pinheiro dos Santos.

153 páginas. 1987 19/08/1987

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo definiu como objetivo investigar e analisar a relação existente entre a prática da corrida de rua no tempo livre e a concepção de esporte dos indivíduos que praticam a corrida de rua sistematicamente. A pesquisa foi classificada como descritiva, de caráter exploratório, e o instrumento utilizado foi do tipo questionário e escala de atitudes especialmente construído e validado para esta pesquisa, tendo sido aplicado através de entrevistas. Participaram do estudo 60 sujeitos praticantes de corrida de rua na zona sul da cidade do Rio de Janeiro. Os dados obtidos foram submetidos a um tratamento quantitativo próprio da estatística descritiva através de médias e percentuais e, em seguida, procedeu-se a uma análise qualitativa através da abordagem dialética. Os resultados evidenciaram que 71.7% dos entrevistados apresentam uma tendência político-ideológica de natureza transitivo/liberal, enquanto 25% mostram uma tendência intransitivo/conservadora e 3.3% revelam uma tendência crítico / progressista. Verificou-se também entre os entrevistados 98.3% de predominância da concepção idealista de esporte. Com base nos resultados da pesquisa, concluiu-se que: 1 - A prática sistemática da corrida de rua na zona sul do Rio de Janeiro é realizada principalmente por adultos jovens que possuem nível superior de escolaridade, que participam ativamente do mercado de trabalho e que dispõem de relativo tempo livre para lazer, pertencendo, portanto, a uma camada privilegiada da classe dos trabalhadores assalariados. 2 - O motivo principal da prática da corrida de rua na zona sul do Rio de Janeiro é a recuperação e manutenção da saúde. As características predominantes da atividade desempenhada são as seguintes: uma freqüência semanal superior a 3 vezes; uma duração média de 20 a 60 minutos; e um percurso de até 5 quilômetros. 3 - O planejamento e controle da prática sistemática da corrida de rua na zona sul do Rio de Janeiro é feito com base em exames clínicos periódicos. No entanto poucos praticantes controlam a freqüência cardíaca e possuem conhecimentos técnicos e científicos sobre a corrida. 4 - A tendência político-ideológica de natureza transitivo/liberal predominante na concepção de esporte dos praticantes de corrida de rua da zona sul do Rio de Janeiro reflete a ideologia liberal dominante na atual sociedade brasileira e o individualismo da prática social desses indivíduos.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=757&listaDetalhes%5B%5D=757&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.