Condição Socio-econômica e Desempenho Físico de Crianças

Por: Carlos Eduardo Negrão.

140 páginas. 1981

Send to Kindle


Resumo

A proposta deste trabalho era estudar a influência ,da condição sócio-econômica no desempenho físico de crianças. Além disso, o autor preocupava-se em saber se o crescimento físico e o tempo de treinamento físico poderiam minimizar possíveis diferenças de desempenho físico entre as diferentes classes sócio econômicas. Utilizou-se uma amostra de 527 crianças de 8 e 9 anos, subdivididas em 273 do sexo masculino e 254 do sexo feminino. Foram aplicados 5 testes físicos, isto é, abdominal, salto horizontal, velocidade (30 metros), flexão de braços e corrida de 12 além de se registrar o peso e a altura. Observou-se que não houve diferença significativa entre as classes sócio-econômicas em nenhum dos testes físicos, e que a idade e o sexo mostraram-se irrelevantes nesta problemática. Entretanto, quando o tempo de treinamento físico era controlado, existiam diferenças entre as classes sócio econômicas, nos testes de salto horizontal, velocidade e cooper. Isto demonstra a relevância do tempo de treinamento Neste problema.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2071&listaDetalhes%5B%5D=2071&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.