Condições Ocupacionais e o Risco de Uso de Anfetaminas Entre Motoristas de Caminhão

Por: Carlos Vinícius Dias de Almeida, Daniel Romero Muñoz, Letícia Maria de Araújo de Souza, Lúcia Pereira Barroso, Lúcio Garcia de Oliveira, Marcela Júlio César Gouvêa e Vilma Leyton.

Revista de Saúde Pública - v.49 - n.1 - 2015

Send to Kindle


Resumo

Testar se as condições ocupacionais de motoristas profissionais de caminhão estariam associadas ao uso de anfetaminas após o controle do efeito de características demográficas, de saúde mental e uso de drogas.Estudo transversal, com amostra não-probabilística de 684 motoristas de caminhão, do sexo masculino, recrutada em três rodovias do estado de São Paulo, durante os anos de 2012 e 2013. Foram coletadas informações demográficas, ocupacionais, sobre uso de drogas e sobre saúde mental (qualidade de sono, estresse emocional e transtornos psiquiátricos). Foi desenvolvido um modelo de regressão logística para identificar os fatores associados ao uso de anfetaminas. A razão de chances (OR; IC95%) foi definida como a medida de associação e o nível de significância considerado foi p < 0,05.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-89102015000100247&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.