Condições de Vida e Condutas de Saúde em Adolescentes Residentes em áreas Rurais e Urbanas no Estado de Sergipe

Por: .

123 páginas. 2012 01/10/2012

Send to Kindle


Resumo

O estudo objetivou Investigar relações entre condições de vida e condutas de risco à saúde em escolares residentes em áreas rurais e urbanas no estado de Sergipe. Para tanto, foi realizado um estudo de base escolar com delineamento transversal. A amostra foi composta por 3992 escolares, distribuídos em 39 Unidades de Ensino de 27 municípios do estado de Sergipe. As variáveis dependentes foram: nível de atividade física abaixo das recomendações, exposição ao comportamento sedentário, baixo consumo de frutas e de verduras, tabagismo, uso de drogas, consumo de álcool, estresse e envolvimento em brigas, sobrepeso/obesidade e autoavaliação da saúde. As variáveis independentes foram indicadores isolados e agregados de condições de vida e de saúde. Os resultados mostraram elevadas prevalências de condutas de risco à saúde, diferindo do local de residência. Os achados também mostraram relação de condutas de risco à saúde com os indicadores isolados e agregados de condições de vida. Assim, esse estudo conclui que, de uma maneira geral, condutas de risco à saúde podem ser explicadas por indicadores de condições de vida, isolados ou agregado, apresentando diferenças quanto ao local de residência. Tais achados revelaram a necessidade de políticas públicas ampliadas e diferenciadas para modificar condutas de saúde em adolescentes sergipanos residentes em áreas urbanas e rurais.

Endereço: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/100719

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.