Conectores Adversativos em Textos Jornalísticos Sobre Futebol: Analise Funcionalista em Perspectiva Histórica

Por: Isabel Pauline Lima de Brito.

113 páginas. 2016 15/03/2016

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho consiste na análise de conectores adversativos presentes em notícias jornalísticas sobre futebol no estado de Pernambuco. Para sua realização, constituímos um corpus com dados das primeiras décadas do século XX e das primeiras décadas do século XXI. Ao todo, analisamos sessenta notícias, sendo trinta de cada amostra, tendo sido identificados cento e quinze itens adversativos. O estudo do comportamento funcional dos itens parte da aplicação de suportes teóricos funcionalistas: princípio da marcação, princípio da iconicidade e teoria dos protótipos. Seguimos essa perspectiva teórica baseando-nos em estudos de Givón (1990; 1995), Hopper e Traugott (1993; 2003), Neves (2000), Castilho e Elias (2012), Furtado da Cunha et al. (2013). A análise utiliza como contraponto a consulta a gramáticos tradicionais, como Almeida (1962), Melo (1978), Cunha (1986), Cegalla (1989), Bechara (2009), dentre outros. Dentre os resultados alcançados, constatamos que o mas se apresenta como o item mais recorrente nos dois recortes da pesquisa, o que comprova seu valor de prototípico nessa função, embora registremos sua inserção em contextos de uso inovadores. Além disso, percebemos que a gramática tradicional não atualiza a lista de conjunções adversativas, uma vez que não adota perspectivas de observação dos itens em situação de uso, desconsiderando, assim, os processos de mudança que se concretizam com o passar do tempo.
 

Endereço: http://hdl.handle.net/123456789/1047

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.