Confederação Brasileira de Ginástica Proposta de Implantação de Um Planejamento Estratégico

Por: Berenice Wilke.

25 páginas. 2011 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) na última década apresentou uma evolução exponencial em relação aos resultados que sempre obtivera. A gestão das modalidades foi caracterizada como profissional, competente e comprometida com a obtenção de resultados. Porem agora, com uma nova administração, os resultados correm risco de se perderem e as modalidades de não evoluírem, pela falta de planejamento estratégico, onde se estabelece o plano máster e são estruturadas as estratégias de desenvolvimento das modalidades, com objetivos de curta, média e longa duração, com delegação de poderes e supervisão efetiva. Com todo o sucesso obtido, a gestão anterior se caracterizou, principalmente, pela centralização excessiva, não permitindo a formação de sucessores e a expansão técnica da modalidade no País. Este artigo pretende analisar a gestão administrativa da CBG em relação ao desenvolvimento técnico das modalidades olímpicas, e como resultado, sugerir a criação de um planejamento estratégico, que abarque as principais áreas a serem desenvolvidas.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.