Conhecimento Tático-estratégico dos Levantadores Brasileiros Campeões de Voleibol: da Formação Ao Alto Nível

Por: Cristino Julio Alves da Silva Matias e .

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.25 - n.3 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo consistiu na identificação do conhecimento tático-estratégico dos levantadores "experts", de diferentes escalões, tendo como indicativo as ações de organização ofensiva do voleibol. Da presente investigação científica participaram dezoito levantadores de ambos os sexos: campeões de São Paulo e Minas Gerais, das competições promovidas pelas Federações destes estados nos escalões Mirim (sub-14), Infantil (sub-15), Infanto (sub-17) e Juvenil (sub-20), mais um campeão Adulto (Profissional) da Superliga Masculina e Feminina. Foi aplicada uma entrevista individual e semi-estruturada com referência na grelha de conhecimento tático-estratégico do levantador (Mesquita & Graça, 2002a, 2002b; Queiroga, 2005; Queiroga et al., 2010). Os textos das 18 entrevistas semi-estruturadas foram codificados, comparados e agrupados por similaridade de sentido (Duarte, 2002; Jones, 2005; Minayo & Sanches, 1993; Thomas & Nelson, 2002). Entre os resultados apurados, evidenciou-se que o levantador, mesmo com condições ideais na qualidade do primeiro toque, concentra as suas ações em determinados atacantes, por não ter confiança e por limitações táticas e técnicas dos outros jogadores em suas ações ofensivas finais. Além disto, os resultados indicam que os levantadores estão em constante evolução, independente dos anos de prática no voleibol, com referências de todos eles quanto à importância do treino como uma fonte de conhecimento, dentre outras.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbefe/v25n3/v25n3a14.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.