Consistência e Variabilidade do Nado Crawl em Indivíduos Habilidosos

Por: Andrea Michele Freudenheim e Caio Graco Simoni da Silva.

2008 20/03/2008

Send to Kindle


Resumo

Ao observar os movimentos de indivíduos habilidosos praticando esporte, supõe-se que estes sejam a repetição de uma série de movimentos idênticos. Mas, o que no comportamento motor habilidoso parece idêntico a partir de uma observação geral, macroscópica, quando observado em detalhes, apresenta variabilidade. O comportamento motor habilidoso apresenta aspectos invariantes que resultam em um padrão característico da habilidade praticada (consistência) e também aspectos variantes, quando fatores microscópicos são focalizados. Assim qualquer tentativa de compreender o comportamento motor habilidoso deve considerar consistência e variabilidade como características complementares. No entanto, os poucos estudos de natação que consideraram estas características tiveram crianças como participantes. O objetivo do presente estudo foi investigar a consistência e a variabilidade da braçada do nado crawl em indivíduos habilidosos. Participaram 16 nadadores, todos voluntários, do sexo masculino, com média de idade de 20 anos. Destes, 8 com índice para disputar campeonatos nacionais e 8 com índice para participarem de campeonatos estaduais. Todos nadaram 2 x 50 metros em cada uma das três condições, ou seja, a 80%, 90% e 100% da velocidade máxima individual. Para fins de análise foram utilizadas medidas antropométricas, de desempenho global e de organização temporal, estas últimas correspondentes a macro e a microestrutura da braçada. Não foram detectadas diferenças entre os nadadores dos grupos Nacional e Estadual nas medidas antropométricas, mas os do grupo Nacional foram mais velozes nas condições 100% e 90%. O grupo Nacional, ao contrário do Estadual, manteve a macroestrutura da braçada nas três condições, e na condição de 80%, apresentou maior variabilidade nas medidas correspondentes a microestrutura que o grupo Estadual. Em conjunto, os resultados permitem concluir que o grupo Nacional é mais habilidoso que o Estadual desempenho e que adaptou seu comportamento a partir da redundância do sistema, enquanto o Estadual o fez a partir da modificação da estrutura

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39132/tde-14062012-160439/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.