Construindo Caminhos de Possibilidade em Vitória da Conquista-ba: o Mestre Sarará e a Memória da Capoeira Entre os Anos de 1960 e 1970

Por: , Jonatan dos Santos Silva e Paula Barreto Silva.

Recorde: Revista de História do Esporte - v.11 - n.2 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Este artigo aborda as tensões e disputas geradas durante o processo de disseminação da Capoeira como possibilidade de prática corporal em Vitória da Conquista-BA, analisando os relatos do Mestre Sarará, apontado na cidade como um dos principais disseminadores da Capoeira nas décadas de 1960 e 1970. Para tanto, buscou-se como base teórico-metodológica as produções de Nora (1993), Fentress e Wickham (1992), Portelli (1997) e Meihy (2010). As lembranças dos conflitos guardadas na memória deste mestre possibilitaram investigar os meandros do processo de disseminação da Capoeira em Vitória da Conquista. Os resultados apontam a presença do discurso racista, da discriminação e da exclusão socioeconômica, na imposição de barreiras ao desenvolvimento e sustentabilidade de espaços para a prática na cidade.

Endereço: https://revistas.ufrj.br/index.php/Recorde/article/view/21649

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.